Um ano



Exatamente um ano atrás este blog nascia sob o nome de Gule Anda. Um nome estranho mas com algum significado, como tentei explicar no post do dia 12 de dezembro de 2008:


Sei que parece estranho, nem tenho muito como explicar o porquê, a não ser a completa indisponibilidade de tudo que tinha na cabeça para pôr como título. O que se seguiu foi que, sem ter a quem recorrer, apelei para o norueguês, e assim nasceu o Gule Anda, ou pato amarelo, o que abriu espaço para a descrição também em norueguês, "Bare en and pä dammen", ou "Apenas mais um pato na lagoa", em bom e velho portugês tupiniquim.

Nascido com um nome desses, e sem uma linha editorial coerente, era de se esperar que não durasse muito tempo, mas naquele 12 de dezembro já sabia o que queria com meu "pato amarelo":

Apesar desta descrição, tinha algumas ambições para o Gule: "Não quero que o Gule Anda seja somente mais um pato na lagoa, quero que ele tenha seu espaço e sua identidade, se possível, que ele voe."

Um ano depois, creio que, se ainda não tem sua identidade definida, está bem perto de conquistá-la. Como já disse em alguns posts, encontrei um norte para este espaço, e de tudo estou fazendo para seguí-lo.

Claro  que houveram tropeços, como posts inúteis (leia-se as listas de mais vendidos aqui, aqui, aqui e aqui) e do sistema de comentários que usava e que simplesmente parou de funcionar direito, fazendo com que voltasse ao sistema nativo do Blogger, e perdesse meus preciosos comentários. E também os templates: foram vários. Alguns não duraram mais que poucos dias, outros chegaram a completar alguns meses de existência, como este aqui. Mas, cá entre nós, já está na hora de mudar.

Mas sem muito blá blá blá, gostaria de citar alguns posts que renderam bons frutos, seja em comentários, seja na satisfação que senti em escrevê-lo.

Só me resta agradecer a todos aqueles que já passaram - e de modo especal aos que ainda passam - e que gastam um pouco de seu tempo para me ler, e aos amigos que fiz neste ano - para saber quem são basta dar uma olhada na coluna ao lado, no Eu Leio. E também a todos os selos que muito me honraram, e que estão muito bem guardados aqui.

Que mais um ano venha.


8 comentários:

Mylla Galvão disse...

PARABÉNS LU,

O "PATO AMARELO" RENDEU BONS FRUTOS...
QUEM SABE VC NÃO CRIA AGORA UMA COMPANHIA PARA ELE?
UMA "PATA AMARELA" PARA ELE??? RSRSRSSRS
FELIZ NATAL PRÁ VC E SUA FAMÍLIA!!!
QUE DEUS TE ABENÇOE!!!

BJS

Chica disse...

Parabéns pelo voo do teu pato amarelo, que certamente voará muito mais ainda! abraços,chica

Luciano A.Santos disse...

Mylla,

Muito obrigado. Não é bem uma companhia, mas escrevo algumas coisas no Crônicas - se bem que estou em dívidas por lá.

Boas festas pra você também, que tudo corra ebm por aí.

Luciano A.Santos disse...

Chica,

Espero mesmo que ele continue voando por um bom tempo, rsrs.

Muito obrigado por tudo, abraços.

M. Nilza disse...

Parabéns Luciano!!

Seu blog é bem interessante e gostoso de ler. Eu ainda não me vejo dentre seus preferidos, mas espero que um dia seja merecedora. Não estou reclamando ok? Entendo que seja assim, mesmo. Tudo é questão de tempo.
De qualquer forma desejo muito boa sorte em sua continuidade por aqui.

Beijos e bom domingo

Teena in Toronto disse...

Happy blogoversary!

Luciano A.Santos disse...

M. Nilza

O grande problema é que a lista de blogs não é atualizada automaticamente conforme vamos seguindo mais blogs, por isso o seu ainda não está aí do lado, mas já está há algum tempo no meu Reader.

Falha corrigida. Obrigado pelos parabéns.

Luciano A.Santos disse...

Thanks Teena!!! :)

Postar um comentário

Os comentários aqui publicados são de total responsabilidade de seu respectivo autor, e não representa, necessarimente, a opinião do blog Luciano A.Santos ,de seu autor, ou seus associados e/ou prestadores de serviços.

Nenhum comentário aqui publicado sofre qualquer tipo de edição e/ou manipulação, porém o autor do blog se reserva o direito de excluir todo e qualquer comentário que apresente temática ofensiva, palavras de baixo calão, e qualquer tipo de preconceito e/ou discriminação racial.